R. Vinte e Seis de Agosto, 83
Centro - Campo Grande - MS
67 3382-4835

 
 

Ações dos departamentos do GGIT ajudam a reduzir significativamente o número de vítimas em acidentes nas vias da Capital

"A projeção estatística deste ano mostra é que provavelmente teremos 40% redução dos acidentes do trânsito na Capital", afirma José Roberto Cuevo da AGETRAN, em palestra educativa realizada na última sexta-feira(14) no auditório da PSG, empresa de tecnologia.

Em 2014, ocorria cerca de 110 mortes por ano, no ano seguinte, 96, e neste ano a projeção é que esse número caia para 70. Isto demonstra que as ações integradas do Gabinete de Gestão Integrada de trânsito (GGIT) como: fiscalizações, melhora da sinalização, e medidas socioeducativas vem melhorando o trânsito de Campo Grande (MS).

Vários programas educativos estão sendo realizados na Capital, dentre eles o da AGETRAN, com um ciclo de palestras em escolas e empresas privadas, durante o ano todo.

Todos esses esforços são medidas do Poder Público em reduzir dados tão elevados de acidentes no Brasil e no mundo. Em maio de 2011 foi realizada uma Assembleia da Organização mundial de Saúde, órgão da ONU, que instituiu a década do trânsito, que vai de 2011 a 2020, onde os países membros se comprometeram a reduzir ações para redução para a morte no trânsito.

Para o palestrante para mudar esses dados de acidentes viários, o que precisa acontecer é uma mudança de cultura, os cidadãos devem ter ciente dos riscos de trânsito e consequências humanas e sociais, que suas atitudes podem trazer.

"Hoje temos 80% dos leitos de ortopedia na Santa Casa de Misericórdia da Capital ocupados por acidentes desse tipo, deste total 80% das vítimas são com motociclistas", afirma Cuevo.

Afinal de quem é a responsabilidade no trânsito?

Tem responsabilidade todos os cidadãos que integram de alguma forma as vias terrestres: como pedestre, condutor, ciclista e passageiro; além dos departamentos de trânsito que são responsáveis por sinalizar as vias e facilitar o fluxo de veículos.

Na apresentação o chefe de divisão da Agetran enfatizou algumas formas de prevenção e orientações a cerca do que fazer para se manter seguro nas vias como: quantidade de passageiros na moto, locais adequados para transitar de bicicleta, idade para levar o passageiro de moto e manter a segurança, uso de capacete, não conduza veículos automotores com sono, cansado ou bêbado.

Cuevo enfatiza que ainda 60% dos acidentes acontecem em decorrência do abuso de velocidade. E conclui "Seu comportamento influência no trânsito seja cooperativo e solidário.".

Os principais acidentes ocorrem por : Imprudência: Ex. dirigir usando celular Negligencia: Ex. revisão do veículo Imperícia: Ex. barbeiragem

Publicado em 19/10/2016 08h27
Palestra educativa AGETRAN

** Edite e insira a matéria aqui **

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.