R. Vinte e Seis de Agosto, 83
Centro - Campo Grande - MS
67 3382-4835

 
 

Educação como instrumento de transformação no trânsito

O pedal educativo do Educador Físico e Jornalista Abílio Pietramale Doctorbike, morador de Dourados O pedal educativo do Educador Físico e Jornalista Abílio Pietramale Doctorbike, morador de Dourados

‘A educação é o instrumento capaz de sensibilizar cidadãos com um único objetivo, preservar vidas no trânsito’. É acreditando nesta afirmação que pessoas de todo o Brasil dedicam seu trabalho ou parte do seu dia para ensinar sobre o assunto, e no Mato Grosso do Sul também é assim. Respeito, cortesia, cooperação, solidariedade e responsabilidade constituem os eixos determinantes da transformação do comportamento do homem no trânsito. E, por isso, devem ser passados de geração a geração.

O pedal educativo do Pietramale

Pedal voltado para a educação de trânsito e uso correto da bicicleta, essa é a missão do Educador Físico e Jornalista Abílio Pietramale Doctorbike, morador de Dourados, idealizador do projeto Manobras Educativas. Abílio é um desportista apaixonado por bicicleta, mas foi na comunicação que se especializou em reportagens sobre o cotidiano da cidade, principalmente com relação ao trânsito (ele tem um programa na TV RIT sobre o tema). Ele viaja pelo interior do Estado participando de várias ações socioeducativas a convite das prefeituras e associações, ensinando como usar com responsabilidade o meio de transporte mais popular dos brasileiros. O projeto Manobras Educativas consiste em: passeio ciclístico, simulação de acidente durante o dia e a noite com ênfase na importância da sinalização refletiva nas bicicletas, comunicação através de gestos entre ciclistas, pedestres e veículos, e no final uma apresentação de Biketrial (escalar obstáculos com bicicleta). Ele é pioneiro da modalidade no Centro Oeste e usa este esporte como instrumento didático para ensinar direção defensiva no trânsito, é o único atleta da modalidade no Brasil que desenvolve este tipo de atividade educativa. “Assim como no trânsito, o Biketrial exige concentração, observação e percepção de movimentos para evitar acidente. A pessoa fica atenta nas manobras e eu aproveito para fazer a comparação com situações reais de perigo no trânsito, onde o entendimento do que é direção defensiva fica bem claro”, explica.

Com a agenda sempre lotada, Abílio tem que “pedalar” para dar conta do trabalho de jornalista e educador, pois todos os meses ele participa de diversas ações em vários municípios do interior de Mato Grosso do Sul para falar com jovens e adultos. Aproveitando a sua popularidade, ele também leva uma forte mensagem contra as drogas, incentivando as pessoas para buscarem no esporte a fonte de adrenalina e liberdade que tanto buscam. Seus vídeos fazem sucesso na internet e, segundo ele, estar online é essencial para atingir o grande público, principalmente os mais jovens. “A minha mensagem é para todos, mas acredito que quando a educação começa na infância os resultados são melhores, e eu atinjo essa faixa etária usando a tecnologia a meu favor”. Nas gravações, Pietramale ensina como o ciclista deve se comportar nas ruas e acompanhar o trânsito das cidades, demonstrando situações de risco e simulando acidentes. Por exemplo, ele destaca a importância da sinalização da bike e do ciclista ao sinalizar com o braço a mudança de faixa de rolamento ou conversões. “Uma bike não tem seta, não tem o recursos do carr, então é preciso aprender a se comunicar com outros motoristas para evitar o acidente”.

Quando questionado sobre qual o retorno de todo esse trabalho, ele não hesita em dizer que “o que me move realmente são os olhares curiosos e o sorriso das crianças. Todos os dias, tenho dezenas de convites de amizade na minha página social, são crianças, jovens e pais que querem saber mais sobre o assunto. Os pais sempre me agradecem pela dedicação e por ter passado algo bom para essa molecada carente de bons exemplos. É isso que me incentiva a seguir em frente”.

Quem quiser ver os vídeos basta acessar a página dele no Youtube: https://www.youtube.com/user/abiliopietramale/videos

Para manter contato com o Abílio é só entrar na sua página do facebook https://www.facebook.com/abilio.pietramale


Clube do Setinha - O ensino por meio do lúdico

Atividade lúdica é todo e qualquer movimento que tem como objetivo divertir o praticante através de brincadeiras e atividades que não visam a competição, mas a realização de uma tarefa de forma prazerosa. As brincadeiras e jogos podem e devem ser utilizados como uma ferramenta importante de educação com personagens que cumprem bem este papel.

O personagem “Setinha” é um boneco com formato de uma placa de regulamentação que foi criado em 1992 com o objetivo de atrair e despertar nas crianças conceitos de segurança e cidadania no trânsito. Em 2009 o personagem ganhou o próprio clube, “Clube do Setinha”, que tem como missão fazer com que o público infantojuvenil desenvolva uma nova atitude no trânsito, por meio de comportamentos seguros, responsáveis e solidários nas vias públicas.

O “Clube do Setinha” é levado em eventos diversos de acordo com cronograma feito pela Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran. Para participar, os interessados precisam agendar a visita pelo email: det.agetran@gmail.com. No dia marcado, os servidores da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) se mobilizam para ensinar de forma lúdica tudo sobre o trânsito.

Em todos esses anos de existência o projeto já esteve em dezenas de escolas e instituições, onde foram feitas dinâmicas, brincadeiras, apresentações teatrais e exibições de vídeos que retratam questões pertinentes à segurança viária. Na ocasião são disponibilizados jornais e materiais informativos para serem desenvolvidos com os alunos. Os participantes também receberam diversos brindes da equipe da Agetran.

Segundo Ivanise Rotta, professora mestre da Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran, a meta anual é atender até quatro mil crianças em eventos e nas escolas. “O Clube não fica parado, toda semana temos várias visitas agendadas. Por meio dele, a Agetran encontrou uma forma de atingir os pequenos e inserir na sua formação a importância de respeitar as leis de trânsito no presente, enquanto pedestre, passageiro e ciclista e não apenas como futuros condutores . As crianças levam a cultura para si e para dentro de casa, não é responsabilidade da criança cuidar do adulto, entretanto, quando esta aponta o comportamento seguro no trânsito os pais acatam . E isso é muito legal”, comentou.

Quem participa também recebe o cartão (card) do ‘Clube do Setinha’ . Após a participação na atividade educativa, a criança faz um cadastro com seus dados pessoais e foto digital (tirada na hora) que serão colocadas no seu cartão de associado. Com o cartão de integrante do clube a criança terá descontos em lojas e empresas que são filiadas, e todas as informações estão em um folder que a criança também receberá. Quem quiser receber o Clube precisa entrar em contato com a equipe da Agetran pelo e-mail det.agetran@gmail.com. Lembrando que a agenda deste ano está completa, mas as visitas para 2016 já podem ser marcadas.

Para saber mais, acesse www.capital.ms.gov.br/setinha. Lembramos que o público alvo são crianças de 04 a 12 anos.


FETRAN – Festival Estudantil Temático de Trânsito

O Festival Estudantil Temático de Trânsito é um projeto de educação criado pela Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso no ano de 2004. O objetivo do festival é criar, por meio das artes cênicas, condições para se pensar no comportamento de cada um em relação às regras que regem o trânsito de veículos, condutores e pedestres. Idealizado pelo Policial Rodoviário Federal, Vanderlei Munhoz, foi realizado pela primeira vez nos estabelecimentos de ensino em Cuiabá (MT) e expandido no ano seguinte para todo o Mato Grosso. Com o tempo o projeto ganhou importância e hoje acontece em, pelo menos, mais quinze estados brasileiros. O festival destina-se aos alunos regularmente matriculados nas escolas da rede pública e privada.

Buscando envolver jovens e crianças em idade escolar na construção de espetáculos teatrais que abordam o tema, o festival tem o objetivo de sensibilizar e conscientizar a população -em especial as crianças, adolescentes e jovens- sobre seus direitos e deveres enquanto usuários das vias terrestres e formar cidadãos comprometidos com a segurança no trânsito e o bom convívio social. A rotina do trânsito atual é retratada emocionando, chocando, e muitas vezes revelando uma realidade encoberta pela falta de conhecimento, ética ou cidadania.

“Precisávamos de uma ferramenta que prendesse a atenção das crianças, jovens e adolescentes e entendemos que o teatro seria ideal e com a participação das escolas e dos alunos desde a primeira edição, cremos que escolhemos a ferramenta certa”, explica Munhoz que hoje é Coordenador do FETRAN.

Segundo ele, a influência desse projeto nas vidas de quem trabalha é percebido através dos depoimentos recebidos. “Percebemos que cada aluno que participa de uma edição do Festival se empenha ao máximo para participar das edições seguintes, o que demonstra que o projeto desperta o interesse deles, tanto para com o trânsito como para com o teatro. Não temos algo que meça esse retorno, mas os depoimentos de professores e pais e muitas vezes dos próprios alunos nos indicam que aqueles que participam do FETRAN, de alguma forma, têm uma mudança de comportamento”.

Não há conhecimento de outro projeto de Educação para o Trânsito que tenha a mesma abrangência do FETRAN, mas com certeza no âmbito da PRF é o maior e, possivelmente, o maior do Brasil. “Este é um projeto de Deus utilizado para a preservação da Vida, e o Amor é o combustível que o impulsiona. A pessoa que passou pelo FETRAN (profissionais, professores e alunos), que de alguma forma se envolveu com o Festival, se não se apaixonou por ele não ficou. Só fica e trabalha quem ama o projeto, quem ama lutar pela preservação da Vida. O Amor é a fórmula, é a ele que atribuímos o sucesso do FETRAN”, comenta Vanderlei.

Em Mato Grosso do Sul

Em Mato Grosso do Sul, a 3ª Superintendência de Polícia Rodoviária Federal e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), lançaram o 1º FETRAN-MS em 2010 com a participação de 30 peças teatrais somente de estabelecimentos da Capital. Desde então, o projeto ganhou novos parceiros como a Secretaria de Estado de Educação, Secretarias Municipais de Educação, AGETRAN, SEST/SENAT, Fundação de Turismo e Fundação de Cultura de MS, e passou a ser realizado em diversos municípios. A partir da 4ª edição, os vencedores da grande final passaram a ganhar uma viagem cultural para Brasília (DF).

Este ano, a 6ª edição do FETRAN-MS teve 220 peças teatrais inscritas de 33 municípios. As seletivas regionais aconteceram em julho e agosto onde uma comissão escolheu as 7 melhores em cada categoria para a final que foi realizada em setembro. Para Fábio Roberto Sodré, Presidente da Comissão Regional de Educação para o Trânsito (CRET) da PRF-MS, o sucesso do FETRAN com os alunos se deve “ao poder intrínseco da arte que envolve os jovens naturalmente, tanto os que apresentam como os espectadores. Temos recebidos diversos depoimentos de alunos que tinham um comportamento rebelde e indiferente em casa e na escola, e foram transformados após se envolverem com o projeto”.

Para conhecer mais do projeto acesse o site oficial www.fetran.com.br. Para o projeto em MS a página é www.facebook.com/FetranMs. Atenção para as inscrições de MS para 2016 que vão acontecer de 01/02 a 18/03.

Perguntamos para o Vanderlei se ele gostaria de acrescentar algo mais e ele deixou a seguinte mensagem: “Enquanto não houver uma mudança de comportamento da Sociedade, não haverá mudança em tantas áreas que precisam ser mudadas neste país e o Trânsito é uma delas, uma das que mais precisam de mudança. A PRF está fazendo a sua parte, muitos PRFs abnegados estão fazendo sua parte. Mas, precisamos que mais atores da sociedade brasileira venham somar a nós e todos serão bem vindos na luta pela preservação da Vida”. - Vanderlei Munhoz, Policial Rodoviário Federal, Coordenador do FETRAN.

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.