R. Vinte e Seis de Agosto, 83
Centro - Campo Grande - MS
67 3382-4835

 
 

Mapa do Simulador de Direção Veicular no Brasil

A resolução que obrigava o CFC a ter um simulador de direção para o aluno tirar a carteira de motorista voltou e vai ser obrigatório a partir de 31 de dezembro. É a terceira decisão do Conselho Nacional de Trânsito sobre o assunto. Em 2012, o Contran decidiu pela obrigatoriedade. No ano passado, suspendeu a decisão. E, agora, o simulador voltou e será obrigatório em 2016. O aluno vai precisar fazer 25 horas-aula prática: 20 no carro, quatro à noite, e cinco horas no simulador, uma delas no modo noturno. Em meio à polêmica sobre a implantação dos simuladores e a eventual possibilidade da resolução n° 543/2015 -publicada no Diário Oficial da União em julho- ser revogada, empresários e sindicatos decidiram seguir a determinação e implantar o equipamento dentro do prazo.

Segundo o Presidente do SindCFC-MS, Wagner Prado, a implantação do simulador é uma realidade e a resolução não pode ser ignorada. “Não podemos prever se ela será prorrogada ou até mesmo revogada, mas sabemos o que precisamos fazer com a resolução que temos nas mãos e estamos seguindo o que ela determina. Alguns Estados que já usam o simulador estão sentindo os bons resultados e isso fortalece o uso do equipamento em todo o país. Entendo a resistência dos empresários por causa do receio do investimento no equipamento de alto custo, mas a resolução prevê a possibilidade do uso compartilhado e foi esse o modo que optamos em Mato Grosso do Sul”, comentou.

Atualmente, o SindCFC-MS possui 12 máquinas na Capital adquiridas no sistema de comodato para atender os CFCs que não optaram pela compra do equipamento. No interior do Estado, empresários se uniram nas regionais para compartilhar as máquinas adquiridas. “Na Capital, o Sindicato centralizou os simuladores na Sede com o único objetivo de ajudar os empresários que não possuem condições financeiras de arcar com o custo e manutenção. Com a nossa iniciativa, todos os CFCs de Campo Grande poderão agendar online as aulas dos seus alunos. É a forma mais democrática que encontramos para que ninguém seja prejudicado e a concorrência seja leal”, explicou Prado. No que se refere à insegurança da população em relação à obrigatoriedade do simulador, ele destaca: “O cinto de segurança e a cadeirinha para o transporte de crianças também sofreram rejeição na época da implantação e hoje são indiscutíveis quando o assunto é segurança no trânsito”. Estados

Numa rápida pesquisa feita sobre a implantação do simulador de direção veicular nos Estados Brasileiros, nota-se que há um avanço significativo após longa discussão entre Detrans, Sindicatos e CFCs do Brasil. Segundo o site do Denatran – Departamento Nacional de Trânsito, cinco empresas são certificadas e homologadas para a fabricação e fornecimento de Simuladores de Direção Veicular: 1. Pró Simulador; 2. Real Drive; 3. Real Simuladores ; 4. Indra Esteio Sistemas; 5. Luzeiro Rota Simuladores.

As empresas certificadas já estão fazendo a implantação em vários Estados. Duas empresas estão estão avançando com o equipamento no Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Bahia e Minas Gerais, mais de 5 Estados. O Rio Grande do Sul, Acre, Paraíba e Alagoas exigem as aulas nos simuladores antes mesmo da determinação do mês de julho. No Rio Grande do Sul, desde o início de 2014, mais de 1,3 milhão de aulas foram aplicadas no equipamento.

Implantando – MS, Paraná, Santa Catarina, Bahia e Minas Gerais

Rio Grande do Sul - Implantado no inicio de 2014, o Rio Grande do Sul já aplicou 1,3 milhão de aulas em simuladores de direção, é o que diz o Detran-RS. Segundo o Detran-RS, todos os 273 CFCs do estado possuem ao menos um simulador de direção.

Acre - Segundo reportagem do G1, em Rio Branco, alguns CFCs adquiriram simuladores e outros usam o aparelho em parceria com outra autoescola.

Paraíba – segundo o presidente do Sindecfc-PB, Claudionor Fernandes, todas as autoescolas da Paraíba têm o equipamento por meio de um contrato de comodato.

Alagoas - 95% dos Centros de Formação de Condutores (CFC) do estado já utilizam os equipamentos. Rio Grande do norte – 10 CFCs possuem o simulador de direção veicular, afirmou o Detran em entrevista para o site nominuto.com.

Amazonas - Dois CFCs do Amazonas já estão capacitados com o equipamento

(As fontes de pesquisa foram do site G1 e outros sites locais)

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.