R. Vinte e Seis de Agosto, 83
Centro - Campo Grande - MS
67 3382-4835

 
 

Motoristas ainda estão em dúvida sobre uso de farol baixo nas rodovias

Uma distração que pode doer no bolso. Motoristas estão deixando as vias urbanas e acessando rodovias que cortam o perímetro da cidade sem acender os faróis baixos dos seus veículos, contrariando a Lei 13.290, que alterou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e entrou em vigor na última sexta-feira.

O QUE PODE E O QUE NÃO PODE

Muitos motoristas estão na dúvida sobre qual farol pode ser usado com a entrada em vigor da nova lei. A norma prevê que o DRL (farol de rodagem diurna, da sigla em inglês), que consiste em uma tecnologia de LEDs que equipa carros mais modernos, é uma opção que atende à exigência legal, conforme determinação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

O DRL já vem de fábrica em veículos mais novos e está regulamentado por uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) de 2007. Normalmente, essa opção é acionada quando o motorista liga o carro. Já o farol de milha não serve para substituir o farol baixo, bem como o de neblina. Muitos motoristas estão rodando apenas com a luz do farolete ligada, somada ao farol de milha, o que tampouco atende à exigência legal.

Muitas oficinas estão oferecendo serviços de adaptação do sistema elétrico de veículos para que o farol baixo seja ligado automaticamente com o acionamento do carro, o que também não é permitido. Uma das pistas que indica essa modificação para a PRF é o fato do carro estar com o farol baixo aceso, mas com as luzes traseiras apagadas.

A PRF fará apenas abordagens de rotina onde deve verificar (possíveis alterações na iluminação)". Nesse caso, o artigo 230 do CTB prevê que conduzir o veículo com "equipamento do sistema de iluminação e de sinalização alterados" é infração grave, punida com multa de R$ 127,69 e perda de cinco pontos na CNH.

Zona de sombra

Confira o ranking das multas no Brasil entre os dias 8 e 11 de julho

1) Goiás 2.583 2) Paraná 1.909 3) Santa Catarina 1.453 4) Minas Gerais 1.231 5) Rio Grande do Sul 1.060

Total de multas aplicadas nas rodovias federais do Brasil: 14.974 Fonte: Detran/MG

Assessoria de Comunicação Sindcfc-MS

** Edite e insira a matéria aqui **

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.