R. Vinte e Seis de Agosto, 83
Centro - Campo Grande - MS
67 3382-4835

 
 

SindcfcMS empossa nova diretoria para triênio 2015/2017

 

A nova diretoria do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado de Mato Grosso do Sul (SindcfcMS) foi empossada no dia 4 de fevereiro. A solenidade aconteceu na sede em Campo Grande.

O presidente Wagner Prado foi reeleito para mais um triênio à frente do sindicato. A nova composição da chapa conta com o vice-presidente, José Vicente de Freitas, o secretário geral, Adalto Francisco de Souza, o diretor-financeiro, Luiz Carlos Ferreira dos Santos e o diretor de Relações Públicas, Luiz Roberto Prado. Como diretores suplentes estão Alex Roney Tagliaferro e Zenilda Ribeiro Pecois Vargas.

Integram o Conselho Fiscal, Alcira Dione Bucker, Adair José de Souza e Natalicio de Azevedo, que terão como suplentes, Antônio Ramos Ferreira, Sueli Mendonça e Jorci Lima de Paula. O Conselho de Ética é composto por Jairo Ricci, Janio Genil Ricci e Luciana Antonio Frei.

O presidente Wagner Prado ressaltou a importância do trabalho em conjunto em prol de toda a classe. “Agora é continuar buscando o crescimento e fortalecimento da categoria juntamente com a nova diretoria”.

Segundo ele, o principal desafio foi investir na categoria e ter representatividade junto aos órgãos de trânsito. “Implantamos um sistema que hoje é referência nacionalmente. Nessa gestão que passou tivemos como meta construir um alicerce, que foi a união da classe. Agora precisamos erguer as paredes com muito trabalho e qualificar a categoria, afirma.
Na vice-presidência está o empresário de Eldorado, José Vicente de Freitas. Para ele, que atua há 30 anos na atividade, o interior precisa de aperfeiçoamento e sua missão vai ser contribuir para a representatividade das demais cidades do Estado. “Cada cidade e região têm suas peculiaridades, com dificuldades diferentes. Na linha que o sindicato já vem seguindo, vamos atuar com o intuito de atingir todos os CFCs do interior”, destacou.

Vicente acrescenta ainda que veio para somar e que é preciso despertar o espírito de cooperativismo, pensando no bem comum. As visões cooperativistas se baseiam em valores de ajuda mútua, responsabilidade, democracia, igualdade, equidade e solidariedade. “Estamos vivendo uma nova época, onde é preciso esquecer o ‘eu’ e pensar no coletivo. Essa filosofia de trabalho vai atingir todo nós do interior e o comprometimento será melhor. Dessa forma despertamos o sentido do cooperativismo, isso é fundamental para termos uma entidade forte”, diz. Participaram da posse os representantes dos CFC’s da Capital e do interior.

Envie seu Comentário