R. Vinte e Seis de Agosto, 83
Centro - Campo Grande - MS
67 3382-4835

 
 

Anos de lutas, conquistas, parceria e respeito!

O Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado de Mato Grosso do Sul (SindcfcMS) comemora 13 anos de fundação em 2015. Foi no ano de 2002 que a classe teve a tão sonhada carta sindical. A proposta era formalizar uma Associação com requisitos e exigências legais, já que a categoria era representada de forma informal.

Na época estiveram à frente da Associação estivera a senhora Conceição Rondom e o senhor Jânio Genil Ricci. Com a criação do SindcfcMS no dia 23 de julho de 2002, os empresários passaram a ter mais representatividade. Nesses anos de gestão, foram várias conquistas, entre elas a criação da sede do Sindicato no centro de Campo Grande, proporcionando comodidade e conforto no atendimento aos filiados e cidadãos. No local, podem ser feitos os serviços de protocolo, exame médico e biometria. Dourados também recebeu a subsede, que atende os empresários do município e região.

“A Associação era uma entidade que reunia os proprietários das autoescolas, mas não tínhamos uma representatividade no Ministério do Trabalho e no Detran, por exemplo. Depois da carta sindical nós tivemos algumas modificações e nosso perfil mudou. Deixamos de ser donos de autoescolas e passamos a ser empresários”, destaca Marcus de Jesus Assis, do CFC Prata.

Para o atual presidente do SindcfcMS, Wagner Prado, a união da categoria é essencial e hoje, para ele, é motivo de orgulho serem vistos como exemplo para outros CFCs do País. “Nós formamos condutores e por isso precisávamos ter outra postura. No início não tínhamos estrutura e até rateávamos as despesas. A partir do momento que nos unimos, o Detran e outros órgãos passaram a nos ver com outros olhos. Estou no quarto mandato, terceiro consecutivo e tenho orgulho de fazer parte dessa história que vem sendo construída em MS. Hoje somos fortes e referência nacionalmente”.

O presidente atual da Feneauto, Justino Rodrigues da Fonseca ressalta que esse modelo de gestão de MS deve ser seguido pelos outros sindicatos. “Todos os presidentes do País devem vir conhecer esse trabalho de excelência. É essencial que a entidade escute e busque o interesse de todos, e isso que vejo no SindcfcMS”, disse.

De acordo com Magnelson Carlos de Souza, ex-presidente da Federação Nacional das Auto Escolas Centro de Formação de Condutores (Feneauto) foi a partir de 1998, com a edição do Código de Trânsito Brasileiro e a criação da Federação Nacional, que vários sindicatos estaduais acabaram se fortalecendo e, segundo ele, o de MS foi um dos grandes destaques. “O Sindicato Sempre se mostrou de maneira muito participativa, defendendo os interesses do setor e estando nas grandes decisões nacionais”, afirma.

Para o presidente do Sindautoescola de SP, Aldari Onofre Leite para uma categoria precisa ter uma diretoria atuante na defesa intransigente de seus direitos. “MS está muito bem representado por uma diretoria atuante e isso é fundamental para o crescimento junto ao poder público, autoridades e órgãos competentes. Vejo o SindcfcMS atuando com muita responsabilidade e segurança”, comenta.

Com o passar dos anos, o órgão acelerou o ritmo de investimentos no setor e mudou o conceito em relação à competividade, mostrando que o fortalecimento só é possível com a união dos empresários. “Essa diretoria conseguiu passar uma mensagem de atuação profissional. Hoje para atuar na atividade é preciso ter uma escolaridade melhor com curso superior e isso despertou essa visão empresarial”, completa Adair José de Souza, do CFC Século XX.

Em parceria com o Detran/MS, o Sindicato padronizou as aulas teóricas, garantindo a qualidade nos serviços prestados. A biometria, mais que fiscalizar, contribui para a formação de condutores mais responsáveis e comprometidos. A emissão de guias aumentou a rentabilidade para todos os CFCs, beneficiando o pequeno, médio e grande empresário. “Quando temos uma categoria bem representada por um sindicato que atua diretamente para melhorar o trânsito, temos a facilidade de desenvolver as atividades e melhorar cada vez mais, e isso vem de encontro com que a sociedade precisa. O Sindcfc é uma voz forte e hoje é um dos principais parceiros do órgão”, ressalta o diretor-presidente do DetranMS, Gerson Claro.

O Sindicato, hoje é referência nacionalmente e alguns estados como Bahia, Ceará, Mato Grosso, Rondônia e Amazonas pretendem implantar o sistema gerido em Mato Grosso do Sul. Outra novidade é o oferecimento de aulas com os Simuladores de Direção, que poderão ser feitas na própria sede em Campo Grande. São 74 simuladores para atender todos os 220 CFCs do Estado, e haverá pelo menos uma máquina em cada microrregião: 10 só para atender os 50 CFCs da Capital. “Essa é mais uma ferramenta tecnológica para formar condutores mais preparados e também mais uma fonte de renda para o empresário sul-mato-grossense”, enfatiza Wagner Prado.

Com empenho e trabalho, o SindcfcMS tem fortalecido a categoria na Capital e interior. “O fortalecimento da entidade e respaldo que temos hoje é devido à credibilidade que o sindicato tem perante aos órgãos e a sociedade. Essa evolução se deve a organização e planejamento das ações, em prol do fortalecimento da entidade, valorizando as regiões e tratando cada uma com suas características”, finaliza o vice-presidente do Sindicato, José Vicente de Freitas.

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.